Beer Holder Cego 159 – Diablo

Olá aventureiros bem vindos a Taverna do Beer Holder Cego! Hoje Bardo e Taverneiro recebem Marcelo Rebelo para falarmos sobre Diablo, sua lore e como utilizar essas histórias no RPG!

Então escolha seu personagem, limpe as masmorras e não deixa nenhum inimigo vivo, pois você pode precisar dos corpos!

Você também quem gosta de Diablo? Conta pra gente se você adaptou alguma coisa da lote para sua mesa em: Contato@beholdercego.com

Quer iniciar sua sua carreira de escritor? A Editora Cha está em busca de novos autores independentes e quer te conhecer! https://forms.gle/2N4iDBL9azNvhVia9

Ajude o Beholder Cego respondendo a nossa pesquisa:  
https://goo.gl/forms/PTte0xEqiZj1e1u32

Conheça os trabalhos da galera!

Compre a camiseta Dwarf no Barril

Camiseta Dwarf no Barril


Conheça agora as novas camisetas da Taverna:

Assine nosso feed: https://www.beerholdercego.com.br/feed/podcast

Não deixe de compartilhar para todos os seus amigos e jogadores. Monte sua mesa e mande fotos e contos contando um pouco da sua aventura para a taverna!

Fale com a gente pelo e-mail: contato@beholdercego.com

Nas redes sociais somos @obeholdercego no Twitter e Instagram e no Facebook participe do Grupo da Taverna.

Não esqueça de ajudar a taverna divulgando nosso podcast e avaliando positivamente na ITunes.

Seja um padrinho da taverna e nos ajude a continuar crescendo em https://www.padrim.com.br/obeholdercego

PicPay da Taverna

Obrigada Padrinhos!

Muito obrigada aos nossos queridos padrinhos que contribuíram e estão ajudando a Taverna a crescer!
  • Andre Batista Moreira
  • Daniel Freira da Silva
  • Mattheus Belo
  • Davidson
  • Emilia Yamamoto
  • Diogo Camillo Peres
  • Felipe Gomes
  • Jorge Monteiro Pedrosa
  • Victor Hugo Clébis
  • Thalisson C. Torres
  • Marcelo Rebello
  • Cleiton Correa Medeiros
  • Thiago Carazzai
  • Ulisses Tasqueti
  • Thiago Gomes de Miranda
  • Eduardo Sierra
  • Wesley Lube D. Neves
  • Pedro Henrique Rosa
  • Jorge Augusto Terrão
  • André Samuel Nunez
  • Daniel Natã
  • Bruno Gregório
  • Rodrigo Fock
  • André Dorte dos Santos
  • Erik Luiz Grentesk
  • Bruno Pelisson Marques
  • Rodrigo Minan de Oliveira Crus
  • Douglas Jackson Almeida Silva
  • Andressa Busetti Martins
  • Carlos Augusto Francisco Martins
  • Luiz Felipe Braga da Silva
  • Fernando José Vieira de Oliveira
  • Ronan Gutoch
  • Alexandre Taka
  • Gustavo Ceragioli
  • Alfredo Filho
  • Jorge Henrique
  • Matheus Oshiro
  • Vagner Junior
  • Marcos Vinicius Santos
  • Anderson Souza
  • Marcelo Augusto Reis Silva
  • Igor Marinho
  • Mauricio Oliveira
  • Renato Batista
  • Willian Klein
  • Cássio Racy
  • Israel Gomes
  • Walquiria Lima
  • André Kupkovski
  • Bruno Tolentino
  • Salomão Santiago
  • Sergio Crelis Junior
  • Willen Ribeiro do Prado
  • Henrique Susin Scopel
  • Vinicius Haubert
  • Rafael Marques da Silva
  • José Enio 
  • Romulo Moraes
  • Kalouro
  • Felipe Augusto Nunes Da Silva
  • Matheus Amilton De Souza
  • Douglas Dias
  • Aline Maciel
  • João Victor de Melo
  • Pedro Quintanilha
  • Rafael Correa Nagy
  • Tiago Cunha dos Santos
  • Gustavo Caldini Lourençon
  • Gustavo Mortari Ferreira
  • José Antônio Silveira Ferreira
  • Paulo Weber Louvem Gomes
  • Bruno Rodrigues Piva
  • Eduardo Marques
  • Alexandre Kawanishi
  • Bruno Fávaro Piovan
  • Jailton Alves Geronimo
  • Marcelo Miyoshi
  • Vinicius Gomes da Vitoria
  • Ricardo Adelino de Sales
  • Bruno Fernandes Santos
  • Rafael David Sales Machado
  • Roosevelt Pessoa Suna
  • Cleyton Geovanini
  • Vitor Carvalho
  • Gabriel Silva De Sousa
  • Raoni Romao
  • Pedro Coutinho
  • Max Fischer
  • Stella Mesquita
  • Benuel Cedro Farias
  • Diego Mezencio
  • Lucas Alexandre
  • Andrey Murilo
  • Jo Rauen
  • Icaro Castelo Branco da Costa
  • Ueverton Bizerril Soares
  • Alexandre Ratacheski

3 Replies to “Beer Holder Cego 159 – Diablo”

  1. Fala Taverneiro e Bardo!!!
    Que satisfação ouvir esse cast pessoal, jogar Diablo para mim era meio que uma tradição familiar herdada do meu avô materno, já que foi ele que apresentou para mim esse mundo de nerdices e ele adorava esse jogo, pena que ele faleceu antes de poder jogar o Diablo 3, o jogo foi lançado em maio/2012 e ele faleceu em junho/2012, pois ficou um tempo internado no hospital e lembro de que uma das últimas coisas que conversamos enquanto ele estava internado, era de que iriamos jogar o D3 assim que ele melhorasse e saísse do hospital. Bom, chega de baixo astral, vamos as boas lembranças.
    Na época do Diablo 2 e anos seguintes, era bom demais ir na casa dele e ficar falando que tipo de nova combinação das gemas ele tinha feito e quais sets ele tinha conseguido fechar, depois íamos jogar mais um pouco para passar o tempo, nossa bons tempos.
    Bom, vou matar um pouco das saudades que tenho dele e vou jogar o D2 de novo em homenagem, então me despeço aqui, deixo uma moeda de ouro, pois esse cast me fez lembrar de uma época que não volta mais e que foi incrível demais para mim.
    Abraços

    1. Bruno, entendo direitinho esse sentimento. No caso era comigo e meus irmãos. Começamos no Diablo 1 e seus famigerados 15 slots de memory card do PS1. Mais tarde o Diablo 2 foi na época que fui estudar fora na faculdade, e eles também, então nosso período de férias usavamos pra jogar o Diablo 2 horas e horas madrugada a dentro. Várias vezes enjoávamos do personagem e criavamos um novo usando outra build. Lembro que chegamos no quarto ato e a última coisa que faltava era derrotarmos juntos o chefão Diablo (algo que nunca conseguimos fazer e assim terminar o jogo).
      Acho que todo mundo que viveu essa época irá ter uma boa nostalgia dessas aventuras do tempo da internet discada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *